• Conversamos com Ana Porta, ilustradora 3D e vencedora das Domestika Scholarships 2018
    Domestika

    Conversamos com Ana Porta, ilustradora 3D e vencedora das Domestika Scholarships 2018

    Uma das vencedoras de 2018 fala sobre a influência da Bolsa Domestika de 50 cursos em seu trabalho Ana Porta (@anaporta_) é uma designer gráfica espanhola e ilustradora 3D especialmente voltada para branding. A forte personalidade de seu trabalho, que a levou a colaborar com projetos interessantes e publicar em mídias como o The Washington Post, rendeu-lhe uma das Domestika Scholarships em 2018. Essa bolsa deu-lhe acesso a 50 cursos para se formar gratuitamente em áreas que lhe interessavam. Conversamos com ela sobre como ela usou seu prêmio e quais aprendizados a ajudaram a progredir em sua carreira desde então. Descubra que impacto esta oportunidade pode ter no trabalho de um criativo, agora que está aberta a III convocatória das Domestika Scholarships.

  • Conversamos com Sergi Solans, ilustrador e vencedor das Domestika Scholarships 2017
    Ilustração

    Conversamos com Sergi Solans, ilustrador e vencedor das Domestika Scholarships 2017

    Um dos vencedores de 2017 fala sobre como usou a bolsa de 50 cursos para expandir sua criatividade Sergi Solans (@no_topo) é um ilustrador, serigrafista e designer gráfico especializado na área editorial. Seu trabalho é converter imagens e conceitos complexos em ideias gráficas que acompanham os textos. Graças a um portfólio consistente, Sergi se tornou um dos vencedores da I Edição das Domestika Scholarships em 2017 e assim obteve 50 cursos para se formar gratuitamente nas áreas que mais lhe interessavam. Conversamos com ele sobre o uso que deu ao prêmio e como as lições que aprendeu foram determinando seu processo criativo no campo da ilustração a partir de então. Descubra que impacto esta oportunidade pode ter no trabalho de um criativo, agora que está aberta a III convocatória das Domestika Scholarships.

  • Os corpos silenciados: a fotógrafa que retrata a beleza feminina real
    Fotografia

    Os corpos silenciados: a fotógrafa que retrata a beleza feminina real

    A fotógrafa Alba Duque apresenta um livro no qual busca ampliar a ideia de beleza nos retratos femininos Alba Duque (@albaduque_ ) é uma fotógrafa e diretora de arte de Barcelona. É especialista em fotografia comercial e retratos e conhece muito bem os segredos para fazer imagens chamativas, destinadas à venda de produtos, personagens e estilos de vida. Justamente por conhecer muito bem esse universo de poses e truques, decidiu trabalhar num livro de retratos que busca compensar as representações de corpos idealizados que costumam ser pedidas em seus trabalhos. Porque diz que somos o que vemos. E em seu livro há muita beleza feminina.

  • Conversamos com Diana Estefanía Rubio, designer gráfica e vencedora das Domestika Scholarships 2018
    Domestika

    Conversamos com Diana Estefanía Rubio, designer gráfica e vencedora das Domestika Scholarships 2018

    Uma das vencedoras em 2018 conta como a bolsa de 50 cursos a incentivou a aprofundar seus conhecimentos na área da visualização de dados Diana Estefanía Rubio (@diana_estefaniarubio) é uma designer gráfica mexicana que domina a arte de transformar intrincados labirintos de informações em infográficos claros e concisos. Em outras palavras, ela sabe como traduzir dados complexos em linguagem de imagem simples. Com um portfólio muito interessante, Diana se tornou uma das vencedoras da II edição das Domestika Scholarships em 2018 e conseguiu 50 cursos gratuitos para se formar livremente no que quisesse. Ela, que já colaborou com marcas como CNN International e Turner Broadcasting e que foi vencedora de vários prêmios como o Award of Excellence SND #36 da Society For News Design, nos conta o uso que fez de seu prêmio e como esse aprendizado influenciou seu rumo profissional. Descubra que impacto esta oportunidade pode ter no trabalho de um criativo, agora que está aberta a III convocatória das Domestika Scholarships.

  • Conversamos com Alejandro Olmedo, designer 3D e vencedor das Domestika Scholarships 2017
    Domestika

    Conversamos com Alejandro Olmedo, designer 3D e vencedor das Domestika Scholarships 2017

    Um dos vencedores de 2017 conta-nos sobre a evolução do seu trabalho como designer graças à bolsa de 50 cursos O designer gráfico e 3D Alejandro Olmedo (@hollmed) foi um dos vencedores da primeira edição das Bolsas Domestika em 2017. Ele conquistou 50 cursos gratuitos para aprender na Domestika graças a um portfólio consistente que demonstrou comprometimento e criatividade. Quatro anos depois, já tendo aproveitado os seus benefícios, falámos com ele para sabermos de que maneira a formação enriqueceu suas propostas e que repercussões no trabalho de um criativo pode ter esta oportunidade que se reabre com a Terceira Edição das Domestika Scholarships.

  • Artesanía Comanche: artesanato que parte da natureza
    Artes manuais

    Artesanía Comanche: artesanato que parte da natureza

    Conheça o processo criativo do ateliê de Málaga que utiliza crochê e materiais naturais e sustentáveis O que essa dupla formada por uma comunicadora audiovisual e uma engenheira têm em comum? Paula e Pilar estão unidas pela paixão por materiais sustentáveis, a inspiração na natureza e o amor pelo artesanato. Especializadas na criação de apanhadores de sonhos artesanais, formaram o ateliê Artesanía Comanche com o objetivo de buscar a independência criativa e promover seu trabalho. Conversamos com elas para descobrir mais sobre seu processo criativo, fontes de inspiração e tudo o que usam para criar essas peças handmade.

  • As letras do alfabeto transformadas em posturas do kamasutra
    Ilustração

    As letras do alfabeto transformadas em posturas do kamasutra

    Malika Favre transforma as 26 letras do alfabeto em um livro de ilustrações e escritos eróticos A artista francesa Malika Favre acaba de publicar Kama Sutra A-Z, um livro ousado e autêntico em que as 26 letras do alfabeto latino se transformam em ilustrações artísticas que apelam à liberdade e à expressão sexual. Organizadas uma por página, as ilustrações de Malika são apresentadas ao lado de passagens eróticas manuscritas, com um forte foco na poesia, graças a obras de grandes poetas como Sandra Cisneros, Yusef Komunyakaa, Stephanie Burt, Vanessa Kisuule ou Kyle Dargan. Todas elas mulheres que inspiraram Malika ao longo de sua vida. Com design da Counter-Print, o livro é o culminar de um projeto que foi exibido na Somerset House de Londres em 2013, ano em que Favre foi selecionada para mostrar seu trabalho no âmbito da exposição Pick Me Up. Entrevistamos a autora para conhecer seu processo criativo, onde nasceu a ideia de unir as posturas do kamasutra às letras do alfabeto e qual a relação entre escrita erótica e ilustração.

  • Como desenhar o câncer com humor: uma conversa com Miguel Gallardo
    Ilustração

    Como desenhar o câncer com humor: uma conversa com Miguel Gallardo

    O ilustrador espanhol apresenta uma nova história em quadrinhos em que narra seu tumor cerebral "A matéria de que são feitas as boas histórias são nossa própria vida e as vidas de nossos familiares e amigos". Miguel Gallardo (@gallardo), cartunista e ilustrador de publicações como La Vanguardia, The New Yorker, The New York Times e Washington Post, já havia nos explicado essa importante premissa em seu curso na Domestika, Narrar em vinhetas com uma esferográfica. De fato, um dos principais motivos pelos quais já o admirávamos tanto era sua incrível capacidade de captar, com sensibilidade e lucidez, postais de sua vida. Seus livros María y yo e María cumple 20 años, que mostram a linguagem terna que soube construir para se comunicar com sua filha autista, são um perfeito exemplo disso. Agora, em seu novo trabalho, Algo extraño me pasó camino de casa, Miguel leva ao máximo seu dom de transformar a vida em arte e narra, com naturalidade e assombro, o processo em que descobriu que tinha um tumor no cérebro, que deveriam operá-lo e que teria que realizar um tratamento que, provavelmente, traria algumas mudanças em sua vida. Poderia voltar a desenhar? Como conseguiria? Conversamos com ele sobre como é desenhar o próprio câncer.

  • Adrian Brandon e a arte que dá início a uma conversa
    Arte

    Adrian Brandon e a arte que dá início a uma conversa

    O artista do Brooklyn fala do poder da arte despertar o início de uma conversa a respeito da cultura negra Adrian Brandon (@ayy.bee) é um artista dedicado a chamar a atenção para as injustiças que a população negra sofre, e a celebrar e criar uma compreensão da cultura negra "e a alegria, diversão e amor compartilhados na nossa comunidade". Para Adrian, a criatividade sempre foi uma parte enorme de sua identidade. "Eu era aquela criança no fundo da turma que ficava rabiscando ao invés de prestar atenção na aula", ele lembra. Crescendo numa casa cheia de gente que adora o trabalho artesanal - como projetar um menu de brunch para Dia das Mães e colher flores, e elaborar com argila um tabuleiro de xadrez, com todas as peças, para o aniversário do pai - ele agradece aos pais por incitar nele um interesse em arte desde cedo.

  • A história por trás de 'Accidentally Wes Anderson'
    Fotografia

    A história por trás de 'Accidentally Wes Anderson'

    Conversamos com o criador da conta de Instagram que acaba de lançar um livro best-seller para aventureiros Accidentally Wes Anderson foi criado para aventureiros e exploradores. É um livro repleto de fotos lindas e narrativas intrigantes para seres curiosos. Cada fotografia parece um quadro tirado de um filme de Wes Anderson. Mas não se tratam de sets de filmagens. São locais de verdade que você pode visitar, em todos os cantos do mundo, e cada lugar tem sua própria história única e encantadora.

  • Marcelo Tas, Mònica Rodríguez, Cecilia Tham e as lições do teletrabalho
    Marketing

    Marcelo Tas, Mònica Rodríguez, Cecilia Tham e as lições do teletrabalho

    Três profissionais ligados à comunicação, ao empreendedorismo e aos negócios compartilham suas experiências e reflexões após uma experiência "radical" de trabalho remoto Já era uma tendência de médio/longo prazo. Tornou-se um imperativo. Será o novo normal. O trabalho remoto já é o padrão em muitas carreiras criativas, mas uma mudança significativa em muitas outras. O que diferentes estudos em países como Espanha, Estados Unidos, China e África do Sul têm mostrado é que a produtividade dos funcionários pode chegar a aumentar até 15% pelo simples fato de trabalhar em casa. “Antes, as palavras 'trabalhar em casa' eram relacionadas a pessoas seminuas deitadas no sofá ou em uma banheira enquanto escreviam no notebook. Esses clichês foram substituídos pela verdade: aqueles que podem conciliar melhor sua vida profissional sem abrir mão de sua vida pessoal são mais produtivos e felizes", descreve Nicholas Bloom, pesquisador e professor da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos, que conduziu um macroestudo com trabalhadores de empresas chinesas sobre teletrabalho, destacando seus benefícios. Marcelo Tas (@marcelo_tas), Mònica Rodríguez Limia (@rodriguezmon) e Cecilia Tham, profissionais ligados ao mundo da comunicação, do empreendedorismo e dos negócios, comentam as próprias descobertas ao mergulhar numa espécie de teletrabalho "radical" e compartilham suas reflexões. Saiba mais no vídeo:

  • Literatura infantil e aquarela: uma conversa com Janaina Tokitaka
    Ilustração

    Literatura infantil e aquarela: uma conversa com Janaina Tokitaka

    Dicas da ilustradora e escritora brasileira para criar livros infantis usando a técnica da aquarela Os livros infantis encantam as novas gerações de crianças e também os adultos, que se maravilham com a arte primorosa e a concisão narrativa. A brasileira Janaina Tokitaka é responsável por criar novos clássicos, como Pedro vira porco-espinho, que teve dois milhões de cópias distribuídas pelo país, ou Pode pegar, traduzido para o espanhol e lançado no Uruguai. Duas obras que escreveu e ilustrou usando a técnica da aquarela. Ela conversa com a Domestika para oferecer dicas aos novatos e revelar um pouco do processo criativo por trás dessa tarefa tão difícil que é desenvolver projetos tendo os pequeninos como público-alvo.

  • Perguntas frequentes sobre aquarela para iniciantes e avançados
    Ilustração

    Perguntas frequentes sobre aquarela para iniciantes e avançados

    Ana Victoria Calderón responde tudo que você sempre quis saber sobre aquarela Ana Victoria Calderón (@anavictoriana) é pintora e ilustradora e seu meio principal de expressão é a aquarela. Além de se dedicar à ilustração, é uma empresária que comercializa sua arte com marcas como Hallmark, Papyrus, Demdaco e Galison, além de publicações como Glamour, Vanity Fair, InStyle, Elle e Travesías. Um de seus três cursos na Domestika, Técnicas modernas de aquarela, está comemorando seus primeiros 100 mil alunos! Para celebrar, Ana Victoria respondeu a algumas perguntas frequentes sobre materiais e técnicas de aquarela, bem como aspectos profissionais, nesta palestra ao vivo da Domestika Live. Descubra algumas de suas respostas abaixo:

  • Inspire-se para sua próxima tatuagem
    Ilustração

    Inspire-se para sua próxima tatuagem

    Conheça a trajetória e as referências da tatuadora chilena Polilla Tattoo A Teoria do Caos, de Edward Lorenz, demonstra como uma pequena decisão pode ter um impacto profundo em nossas vidas. Florencia Landaeta, mais conhecida como Polilla Tattoo (@polillatattoo), é uma prova disto. Após ser presenteada pelo marido, então namorado, com a primeira tatuagem, a designer gráfica se interessou por esse universo e encontrou a carreira que segue até hoje. Polilla apaixonou-se pelo ofício, que permitia desenhar o tempo todo e, cerca de três meses após aquela primeira sessão, comprou a primeira máquina para tatuar.

  • Como ilustrar um personagem com carisma
    Ilustração

    Como ilustrar um personagem com carisma

    Descubra as dicas de Ed Vill para criar uma mascote ilustrada cheia de personalidade e caráter Na história da ilustração (e especificamente da publicidade) existem inúmeros exemplos de personagens ou mascotes concebidas especificamente para marcas que se tornaram um grande sucesso, tornando-se uma parte indissolúvel da imagem dessas empresas e, em algumas ocasiões, mesmo da cultura popular. Mas, em outras ocasiões não foi assim e esses personagens caíram no esquecimento por sua falta de carisma e personalidade. É o caso de Speedee, o pouco conhecido antecessor de Ronald McDonald que, com sua cabeça de hambúrguer, não persistiu ao longo dos anos e logo deixou de trabalhar como mascote oficial da rede de fast food. Esse é apenas um dos muitos exemplos que mostram a importância de criar personagens ou mascotes ilustradas com personalidade. Para que seus personagens não caiam na gaveta do esquecimento, Ed Vill (@edvill) dá algumas dicas que você deve ter em mente ao criar um personagem ilustrado.

  • Referências para ilustrar personagens femininas poderosas
    Ilustração

    Referências para ilustrar personagens femininas poderosas

    Conheça referências visuais muito úteis na hora de desenhar personagens femininas A ilustradora freelancer Natália Dias (@nataliadsw) é prova de que a faculdade não sela seu destino. Formada em História, nunca abandonou a paixão pelo desenho, que mantém desde que ganhou uma mesa digitalizadora aos 16 anos. O hobby logo começou a ser reconhecido por outros artistas de destaque, como Gabriel Picolo e, a partir daí, a ilustração foi se tornando, pouco a pouco, uma profissão para Natália, que exerce de sua casa, em companhia de uma cachorra e um gato. E não há nada que esta brasileira goste mais do que retratar personagens femininas - mulheres fortes, donas de si e sem medo de trilharem seus próprios caminhos.

  • Como criar uma grande campanha de e-mail marketing
    Marketing

    Como criar uma grande campanha de e-mail marketing

    Aprenda como funciona o marketing por e-mail e como criar uma newsletter eficaz, com o diretor de estratégia e marketing Néstor Tejero Há uma década, talvez você tenha pensado que o e-mail iria sair de moda a qualquer instante: todos temos um telefone com WhatsApp ou Instagram, Facebook, Snapchat ou qualquer um dos vários apps de mensagens feitos para satisfazer diferentes necessidades e gostos. Contudo, o e-mail conseguiu crescer com o smartphone. Em 2017, 55% de todos os e-mails foram lidos em um celular, contra 29% em 2012. Na área do marketing digital, a capacidade do e-mail para chegar diretamente aos bolsos dos clientes é incomparável, e, como o número de pessoas com endereços de e-mail aumentará para 4,3 bilhões em 2023, logo todos serão alcançáveis. Hoje, o e-mail marketing está maior do que nunca, e o diretor de estratégia e marketing da agência de e-mail marketing Agencia Reinicia, Néstor Tejero (@nestor_tejero), que ministra o curso da Domestika Introdução ao e-mail marketing com Mailchimp, compartilha com você esses conselhos e truques simples para criar sua própria campanha de marketing por e-mail.

  • Por que você sempre deveria fazer storyboards das suas animações
    3D & Animação

    Por que você sempre deveria fazer storyboards das suas animações

    O designer Roberto Puig fala da importância dos storyboards e dos animatics nos projetos de animação O storyboard é uma parte essencial do processo de desenvolvimento de uma animação. Nele se planejam todos os detalhes da peça e constitui um documento claro e detalhado de como será o resultado final. Apesar de sua importância, muitos profissionais e estúdios de animação decidem pular essa parte do processo, mas Roberto Puig (@rpuig) - designer gráfico e diretor do estúdio Don Porfirio - destaca como esse passo é fundamental e dá alguns conselhos sobre como realizá-lo. Por que é importante fazer um storyboard? O motivo principal pelo qual é imprescindível que todo projeto de animação tenha seu storyboard é porque isso vai ajudar a gerar um resultado não apenas incrível, mas que todos os profissionais trabalhando nele e o próprio cliente saibam como vai ficar. Também é bastante útil para organizar o trabalho e as tarefas de cada um dentro do pipeline do projeto de animação, pois estas funções podem ser delimitadas desde o início, inclusive antes de começar o desenvolvimento do projeto. Além disso, a fase do storyboard é aquela na qual deveríamos deixar o cliente propor mudanças, pois ainda podem ser aplicadas de maneira simples; se o processo de animação já está muito avançado, será mais complicado.

  • Inspire-se com a Toy Art adorável de droolwool
    Artes manuais

    Inspire-se com a Toy Art adorável de droolwool

    Conheça o trabalho desta artista da feltragem com agulha A portuguesa Maria Filipe Castro, que assina seus trabalhos como "droolwool" (@droolwool), é uma Toy Artist especializada na técnica de feltragem com agulha, também conhecida no mundo das artes manuais como needle felting. Para criar seus personagens adoráveis e coloridos, no estilo cute, busca inspiração nas duas coisas que mais gosta: comida e natureza.

  • Prós e contras do trabalho à distância para fotógrafos
    Fotografia

    Prós e contras do trabalho à distância para fotógrafos

    No vídeo 'Trabalhando Remotamente', profissionais dessa área em três países diferentes relatam suas experiências ao transferir a produção quase que exclusivamente para o ambiente doméstico Na segunda quinzena de setembro, a cientista e engenheira ambiental americana Gretchen Goldman virou viral, com mais de 300 mil curtidas a um tuíte em que descreve graficamente a 'verdadeira verdade' de uma modalidade de trabalho que se tornou regra quase geral para grande parte da força produtiva mundial. Numa montagem de fotos simples no Twitter, ela aparece trabalhando remotamente, impecavelmente vestida (da cintura para cima) enquanto comenta um tema político e ambiental na CNN; já na imagem ao lado, vemos o ambiente real em que se encontra durante a transmissão: rodeada de brinquedos dos filhos, numa sala bagunçada e com uma estrutura de trabalho improvisada. Com mais ou menos similaridade, essa é a realidade de muitos milhões de trabalhadores mundo afora – algo como 25% a 30% deles nos Estados Unidos e na União Europeia durante estes meses de pandemia, segundo um relatório da Global Workplace Analytics, podendo chegar a 41% até o ano que vem, como prevê um estudo da consultoria Gartner. Para entender como se adaptaram ao trabalho remoto profissionais de uma carreira essencialmente ligada ao contato, à interação e à presença física no local de trabalho, entrevistamos fotógrafos de diferentes cantos do mundo. São eles o brasileiro Bob Wolfenson, criador de alguns dos mais célebres retratos de celebridades, anônimos, modelos e personalidades do seu país; a honconguesa radicada em Sydney (Austrália) Elaine Li, diretora de arte, fotógrafa dedicada a uma infinidade de estilos; e a dupla Daniel Rueda e Anna Devis (@annandaniel), de Valência, na Espanha, dona de um olhar fantástico, irônico e cheio de estilo sobre lugares cotidianos, com quase 900 mil seguidores no Instagram. Confira no vídeo a seguir:

  • A formação e frustração de um artista: entrevista con Szymon Biernacki
    3D & Animação

    A formação e frustração de um artista: entrevista con Szymon Biernacki

    É assim que um especialista em animação, com um trabalho indicado ao Oscar, vive as duas faces de sua carreira Szymon Biernacki é um artista fascinante com um universo muito peculiar. Um de seus trabalhos mais recentes, e também dos mais populares, é o que fez como production designer do último filme de animação da Netflix, Klaus, indicado ao Oscar em 2019. Conversamos com ele a respeito de como a formação e frustração são inevitáveis e indispensáveis no caminho de um artista.

  • Giacomo Prestinari: "é possível contar uma história poderosa em 30 segundos"
    Cinema e vídeo

    Giacomo Prestinari: "é possível contar uma história poderosa em 30 segundos"

    Conversamos com Giacomo Prestinari, montador de alguns dos comerciais mais famosos da televisão da atualidade São dele algumas das propagandas que nos fizeram rir e chorar diante da tela da televisão — ou do computador — e a verdade é que muitas delas foram montadas em lugares remotos e inesperados. Isso, no entanto, não só não diminuiu nem um pouco a qualidade do resultado, como parece despertar ainda mais a criatividade de Giacomo Prestinari (@giacomo_prestinari). Conversamos com ele para saber mais sobre o trabalho de um montador de publicidade audiovisual e descobrir alguns dos segredos por trás de suas melhores propagandas.