O que é

O que é fotografia noturna?

O fotógrafo Alejandro Chaskielberg ensina os princípios básicos da fotografia de longa exposição

Alejandro Chaskielberg (@alechaski) é diretor de fotografia com estudos avançados em música clássica e formação em animação. Esse artista multidisciplinar é especializado em fotografia noturna, formato que lhe permitiu mostrar uma versão alterada da realidade - ou, como ele mesmo diz, "um tempo detido entre o dia e a noite".

Seu trabalho mistura ficção com realidade, cria cenas fantásticas com personagens existentes. Para ele, a luz — ou melhor, a ausência dela — é uma poderosa ferramenta de criação. Para compartilhar com você sua paixão pelo assunto, hoje ele oferece algumas dicas básicas que vão ajudá-lo a criar imagens únicas como ele.

Alejandro Chaskielberg

O fator exposição

Neste tipo de fotografia, a exposição pode durar de segundos a horas. Porém, embora não exista uma definição precisa que ajude a entender quanto tempo é necessário para que uma fotografia se encaixe nessa classificação, para Alejandro o termo se aplica quando as imagens apresentam algum tipo de alteração gráfica visível em comparação com a realidade. Ou seja, são obtidas a partir de uma ampliação no tempo de captura que permite ver coisas que não seriam notadas a olho nu, como neste exemplo:

O que é fotografia noturna? 3
Alejandro Chaskielberg

Nesse caso, o obturador da câmera entrou no modo de bulb e permaneceu aberto por 8 minutos contínuos, permitindo que todas as luzes na frente da câmera, incluindo as mais escuras, ganhassem importância e força e fossem impressas na imagem final.

Para conseguir isso, Alejandro pediu ajuda a oito pessoas, que caminhavam de um lado para o outro dentro do labirinto com uma lanterna acesa na mão. As linhas que podem ser vistas foram geradas por esses trajetos, enquanto os pontos de luz foram alcançados quando as pessoas que o ajudaram ficaram paradas no mesmo local por vários segundos ou minutos.

Fatores a levar em consideração

Embora haja quem prefira fazê-lo com a câmera na mão, Alejandro recomenda o uso de tripés. Além disso, fornece algumas chaves para brincar com os três elementos técnicos fundamentais de uma câmera: a abertura do diafragma, a velocidade do obturador e a sensibilidade (ISO).

O que é fotografia noturna? 6
Alejandro Chaskielberg

- Abertura do diafragma: ajuda a modificar a profundidade de campo. Diafragmas mais fechados são ideais para que o primeiro plano e o fundo estejam focados, enquanto as aberturas mais amplas ajudam a destacar o personagem.

- Velocidade do obturador: usada para obter ou evitar efeitos especiais com objetos em movimento. Com baixos tempos de exposição, você pode congelar com precisão um instante, enquanto nos longos você pode obter efeitos embaçados.

- ISO: a sensibilidade permite trabalhar com mais ou menos luz; no entanto, você deve lembrar que aumentá-lo também aumenta os níveis de captação de ruído.

Modificar cada um desses fatores tem um impacto imediato na exposição que deve considerar para fazer uma fotografia. Por isso, é extremamente importante conhecer seu equipamento e fazer testes antes de realizar qualquer projeto no escuro. Veja este outro exemplo:

O que é fotografia noturna? 8
Alejandro Chaskielberg

Para essa imagem, Alejandro optou por dois minutos de exposição. Ele colocou um tripé sobre um barco em movimento, mas garantiu que a relação da imagem entre a câmera e o barco fosse fixa, de modo que as luzes ao redor marcassem o movimento, gerando o efeito que você pode ver.

O que é fotografia noturna? 10
Alejandro Chaskielberg

Para essa outra fotografia, submetida a oito minutos de exposição, a pessoa permaneceu completamente imóvel enquanto Alejandro iluminava o personagem, depois a cerca à direita. Ele ainda usou um balde com água, que posicionou em diferentes áreas para disparar, de maneira zenital, um flash em cada posição.

O que é fotografia noturna? 12
Alejandro Chaskielberg

Se quer aprender mais técnicas para fazer fotos incríveis de longa exposição, inscreva-se no curso "Retrato fotográfico noturno", no qual Alejandro Chaskielberg ensina a contar histórias manipulando a luz, o tempo e a noite.

Você também pode se interessar por:

- Brainstorming para fotografia narrativa
- O que é o ruído em uma foto?
- Uma verdadeira masterclass de fotografia de interiores

0 comentários

Entre ou crie sua conta para comentar

Receba em seu e-mail as novidades da Domestika