Fotografia

5 poderosas campanhas criativas para a conscientização do câncer de mama

Descubra como a criatividade pode ajudar a luta contra o câncer de mama, inspirando, educando e empoderando

“Se você se alimenta de maneira saudável e se exercita, não precisa se preocupar com nada.” “Contanto que você não use sutiã com armação, você ficará bem.” “Isso é uma coisa que não acontece com os homens.”

Esses são apenas alguns dos muitos mitos que cercam o câncer de mama. A realidade é que é o tipo de câncer mais comum em mulheres em todo o mundo. Em 2020, um total de 2,3 milhões de mulheres foram diagnosticadas com esta doença, enquanto 685.000 delas, infelizmente, perderam a vida.

São dados muito reveladores. Apesar do grande número de pessoas afetadas, muitos países ainda apresentam grandes deficiências no que diz respeito a fornecer informações básicas para educar a população sobre as reais causas e sintomas da doença. E nem vamos falar em fornecer os serviços médicos necessários para detecção precoce (um fator chave para melhorar as taxas de sobrevivência) e tratamento.

Para muitas pessoas, este tópico ainda é um tabu. Em alguns casos, há até medo de estigmatização ou rejeição por seus parceiros e comunidades, caso sejam diagnosticadas ou submetidas a cirurgia. Infelizmente, isso criou uma cultura de silêncio e vergonha em muitas sociedades.

5 poderosas campanhas criativas para a conscientização do câncer de mama 1
A arte é um meio poderoso para aumentar a conscientização sobre o câncer de mama. Ilustração: Maja Dabek

Felizmente, organizações de caridade e sem fins lucrativos, como a FEMAMA - Federação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde da Mama, no Brasil, a Liga Portuguesa Contra o Cancro, em Portugal, ou a Breast Cancer Now, na Inglaterra e a Breast Cancer Research Foundation, nos Estados Unidos da América, trabalham de forma incansável para salvar vidas por meio de pesquisa, apoio e divulgação de informações essenciais, para que as mulheres tenham melhores ferramentas para detectar os primeiros sinais da doença e saibam como buscar a ajuda e o apoio de que precisam.

No entanto, existe outra maneira poderosa e eficaz de aumentar a conscientização sobre o câncer de mama: a arte. Neste artigo - e num momento em que por todo o mundo se assinala o Outubro Rosa e em 19 de Outubro o Dia Internacional da Luta Contra o Câncer de Mama -, damos uma olhada em algumas campanhas criativas dos últimos anos que desafiam os preconceitos em torno do câncer de mama, educam o público sobre a realidade do câncer de mama e, ao mesmo tempo, tentam empoderar pacientes com câncer, encorajando-as a ver suas cicatrizes não como um motivo para vergonha e constrangimento, mas como uma marca que denota força, coragem e, acima de tudo, esperança.


Am I Not Scared Anymore? (Não estou mais com medo?): Sergei Stroitelev

A campanha inspiradora do fotógrafo russo Sergei Stroitelev surgiu depois que uma amiga próxima foi diagnosticada com câncer de mama. Ele percebeu que ela estava ficando mais retraída e incapaz de aceitar seu corpo após uma mastectomia.

"Para muita gente, o câncer de mama e a mastectomia em particular são tabus", explica Stroitelev. E acrescenta: “As pessoas acreditam que, se uma mulher tem cicatrizes, ela deve escondê-las e ficar calada, e que se um homem a aceita como ela é, ela deve se sentir grata. Isso é inaceitável".

5 poderosas campanhas criativas para a conscientização do câncer de mama 4
Foto de Sergei Stroitelev para a campanha “Am I Not Scared Anymore”? Fotografia: @_not_scared_anymore_ via Instagram

Assim, ele começou a fotografar sobreviventes de câncer submetidas a procedimentos cirúrgicos, dando-lhes liberdade e espaço para "se revelarem" e compartilharem suas cicatrizes abertamente.

O resultado é uma série de fotografias tão comoventes quanto empoderadoras, que transmitem a firme convicção de Stroitelev de que “o corpo de uma mulher é belo em todas as condições, com cicatrizes ou não. Devemos derrubar estereótipos prejudiciais e aceitar as pessoas pelo que são".


A Letter to My Loved Ones (Uma carta para meus entes queridos): Lynsey Addario, em colaboração com Stella McCartney

A fotojornalista Lynsey Addario se juntou a Stella McCartney para esta campanha altamente emocionante.

Suas fotografias e curtas-metragens retratam as histórias de 12 bravas mulheres na luta contra o câncer de mama, tendo como fio condutor cartas íntimas dirigidas a seus entes queridos nas quais detalham suas experiências pessoais.

“Aprendi que quando caímos e nos levantamos, o fazemos ficando um pouco mais altas. Encontramos formas alternativas de pensar, nos ver e ser nós mesmas”, comenta uma das participantes. Estas cartas e fotos nos enviam uma mensagem carregada de coragem, bravura, resiliência e orgulho.


Cuidalaslolas: Vanesa Gambirazio, Luciana Mónaco e Id4You

A designer gráfica Vanesa Gambirazio, sua sócia Luciana Mónaco e a agência de criação Id4You estão por trás dessa campanha digital, que convidou um grupo de artistas para compartilhar seus trabalhos alusivos ao câncer de mama como forma de conscientizar sobre o assunto na América Latina.

Cuidalaslolas (nome que usa um termo coloquial para se referir aos seios na Argentina) também pede ao público que "curta" suas peças favoritas e as compartilhe nas redes sociais com as mulheres que amam.

5 poderosas campanhas criativas para a conscientização do câncer de mama 10
Obra de Georgina Elstein (@geoesltein) como parte da campanha Cuidalaslolas. Fotografia de @cuidalaslolas via Instagram

“O objetivo é conscientizar cada vez mais as mulheres sobre a importância de detectar precocemente o câncer de mama e fazer check-ups regulares para tratá-lo precocemente”, diz Gambirazio sobre sua campanha.


Toilet, Teeth, Tits (Sanita, Dentes, Mamas): Stella McCartney e Sex Education

A campanha Toilet, Teeth, Tits (TTT), de Stella McCartney, é uma abordagem altamente original para a conscientização do câncer de mama, produzida em colaboração com a série da Netflix Sex Education.

“O câncer de mama pode ser causado pelo uso de desodorantes, telefones celulares, piercings nos mamilos e sutiãs”, declara McCartney, perfeitamente penteada, diante de um elenco que interpreta uma turma incrédula. Os alunos rapidamente desmascaram esses mitos, antes de apresentarem um método simples de auto-exame chamado "Toilet, Teeth, Tits".

Esta abordagem bem-humorada revela uma realidade inquietante: muitas de nós não sabemos as reais causas do câncer de mama, bem como a importância de checar os seios em busca de sinais da doença, por mais simples que seja essa rotina que tem o poder de salvar vidas.


The Survivors Collection (A Coleção de Sobreviventes): Breast Cancer Foundation NZ

A campanha visa sensibilizar as mulheres neozelandesas ao mostrar três sobreviventes da doença, Shona, Kelly e Anete, fotografadas em poses semelhantes às usadas em obras de pintores clássicos como Rubens e Rembrandt.

Curiosamente, as obras usadas neste projeto foram selecionadas por um motivo muito importante. Rubens e Rembrandt retrataram corpos femininos da forma mais realista possível, mas, ao fazê-lo, inadvertidamente retrataram sinais indicativos de câncer de mama em seus modelos.

Esta campanha não visa apenas conscientizar as mulheres sobre a importância de verificar seus corpos regularmente, mas também comemorar como a medicina progrediu desde a época em que essas obras-primas foram pintadas até os dias de hoje.

Você conhecia essas campanhas? Lembra de alguma outra? Deixe seus comentários no final deste artigo!

E lembre: faça check-ups frequentes.

Versão em português de @sergiofelizardo.

Você também pode se interessar por:

- Women Photograph: um catálogo mundial de 1.300 mulheres fotógrafas
- Claudia Andujar, a fotógrafa que dedicou a vida a mostrar os invisibilizados
- Os corpos silenciados: a fotógrafa que retrata a beleza feminina real
- Autorretrato fotográfico Fine Art, um curso de Danny Bittencourt
- Pós-produção de imagens poéticas no Photoshop, um curso de Carol Lopes

0 comentários

Entre ou crie sua conta para comentar

Receba em seu e-mail as novidades da Domestika