Escrita

Tutorial Narrativa: 5 dicas para escrever livros para crianças

Aprenda os elementos básicos para começar a escrever histórias emocionantes para crianças, com Ilan Brenman

Os primeiros livros infantis surgiram no século XVII, quando as histórias da oralidade foram levadas ao papel. Essas histórias eram contadas de forma lúdica para transmitir valores éticos e fazer críticas aos poderes que oprimiam a sociedade. Por isso, neste período os autores não utilizavam seus nomes verdadeiros para se proteger.

Entre os anos 1628 e 1703, surgiram as obras clássicas de Charles Perrault, conhecidas até hoje: Mãe Gansa, O Barba Azul, Cinderela, A Gata Borralheira e O Gato de Botas. Depois vieram grandes escritores como Andersen, Collodi, Irmãos Grimm, Lewis Carrol e Bush.

O que essas histórias e autores nos mostram é que palavras são capazes de transportar crianças a universos fantásticos e transformar realidades através da imaginação. Entretanto, saber transmitir a sua mensagem a estes leitores exigentes não é uma tarefa simples.

Ilan Brenman, autor premiado e best-seller internacional, cujas obras já foram traduzidas para mais de 15 idiomas

Para guiar você nesta missão criativa, ninguém melhor do que o escritor de livros infantis Ilan Brenman (@ibrenman), autor premiado e best-seller internacional, cujas obras já foram traduzidas para mais de 15 idiomas em todo mundo.

Pscicólogo de formação, Mestre e Doutor em Educação, ele já deu cursos e palestras para milhares de pessoas pelo Brasil e exterior. Neste tutorial, Ilan dá dicas para quem quer escrever histórias infantis, mas não sabe por onde começar.

Assista!

1. Leia bastante

Leia o máximo de livros infantis que conseguir, de todos os gêneros e localidades.

Quanto mais você ler, mais referências e bagagem terá para escrever suas próprias histórias.

Tutorial Narrativa: 5 dicas para escrever livros para crianças 6
Palavras são capazes de transportar crianças a universos fantásticos

2. Preste atenção aos pequenos detalhes

Preste atenção aos pequenos acontecimentos da sua vida, incluindo aqueles que acontecem internamente no mundo das ideias. Desses acontecimentos e reflexões podem surgir ótimas ideias para livros.

3. Pense em narrativas emocionantes

Crianças não se importam com temas sérios como educação e psicologia, por isso busque narrativas capazes de tocar o coração da criança e sua realidade. Para isso, use a sensibilidade para entender o que tem maior potencial de causar emoções e surpresas.

Tutorial Narrativa: 5 dicas para escrever livros para crianças 8
Preste atenção aos pequenos acontecimentos da sua vida

4. Pratique o olhar infantil

O olhar da infância é diferente do olhar do adulto, então pratique colocar os 'óculos da infância' para encontrar detalhes de universos repletos de magia e inocência.

Tutorial Narrativa: 5 dicas para escrever livros para crianças 10
Busque narrativas capazes de tocar o coração da criança e sua realidade

5. Não subestime a sensibilidade das crianças

Nunca subestime a inteligência e a sensibilidade das crianças, que na maioria das vezes são mais aguçadas do que a dos adultos.

Preste atenção em detalhes que podem fazer você soar arrogante.

Gostou deste tutorial? Se quiser aprender com Ilan a encantar pequenos grandes leitores com histórias inspiradas em seu cotidiano e despertar o escritor que existe em você, não perca o curso online Criação de histórias para crianças.

0 comentários

Entre ou crie sua conta para comentar

Receba em seu e-mail as novidades da Domestika