Fotografia

Tipos de câmera e lentes para começar na fotografia arquitetônica

Descubra quais câmeras e lentes você precisa para tirar fotos de casas, edifícios e construções com qualidade

A fotografia arquitetônica é responsável por mostrar as formas e espaços de edifícios. Seu objetivo é valorizar os projetos através de imagens de qualidade e, tratando-se de uma área especializada, possui particularidades.

Se tem interesse em fotografia arquitetônica, você precisa conhecer os materiais básicos desta exigente área, que pede precisão e rigor para atingir bons resultados.

O fotógrafo Jesús Granada (@jesusgranada), contratado por mais de 700 estúdios e escritórios de arquitetura para capturar em imagens suas ideias espaciais, apresenta diferentes opções, de acordo com seu orçamento e expectativas, para montar um kit de equipamentos.

Eis os materiais essenciais para começar na fotografia arquitetônica:

Tipos de câmera e lentes para começar na fotografia arquitetônica 1
A fotografia arquitetônica requer precisão e rigor

Câmera compacta

Uma câmera compacta ou point and shoot é uma câmera simples cujas lentes não são removíveis. As câmeras compactas geralmente são mais fáceis de manusear do que as câmeras SLR. Também são mais acessíveis.

Normalmente, sua funcionalidade é limitada em comparação às SLRs, embora sejam mais leves e fáceis de transportar, o que as torna ideais para levar em viagens.

Um exemplo desse tipo de câmera é a Sony Cyber-shot W80.

Tipos de câmera e lentes para começar na fotografia arquitetônica 3
Câmera Sony Cyber-shot W80

Câmera semiprofissional

Caso disponha de um orçamento maior, talvez você queira comprar uma câmera semiprofissional. Esse tipo de câmera geralmente possui um bom número, mas não tão grande, de megapixels (entre 10 e 20). Se conferir as características técnicas, verá que possuem um sensor relativamente pequeno.

Além disso, como são feitas para fotógrafos que costumam usá-las ao viajar, são menores e não chegam a ser pesadas. A desvantagem é a bateria, com metade da capacidade de uma profissional, embora o seu preço também seja muito mais baixo.

Um exemplo dessa câmera é a Sony Cyber-shot H9.

Tipos de câmera e lentes para começar na fotografia arquitetônica 5
Câmera Sony Cyber-shot H9

Câmera SLR digital ou DSLR

O nome reflex (SLR) vem do fato de esse tipo de câmera utilizar um espelho que reflete a luz procedente da cena e a direciona para o visor, ou seja, o olho do fotógrafo. Em uma DSLR, a cena vista pelo fotógrafo através do visor ótico é a mesma registrada pela câmera, não há erros de paralaxe. Além disso, pode ser controlada no modo manual e suas lentes podem ser trocadas.

Hoje, todas as câmeras DSLR têm a capacidade de gravar fotos em formato RAW. Este formato permite armazenar imagens cruas, exatamente como saem do sensor, sem serem processadas pela câmera e sem perda de informação por compressão. As imagens em formato RAW são como o negativo de um filme analógico. Não podem ser publicadas diretamente, é preciso fazer a revelação primeiro. A principal vantagem do formato RAW é que o fotógrafo pode decidir como revelar e processar sua imagem.

Dentro do espectro de câmeras DSLR há opções mais direcionadas ao setor profissional e outras para o fotógrafo amador. Um exemplo desse tipo de câmera voltada para amadores é a Canon EOS 400E.

Tipos de câmera e lentes para começar na fotografia arquitetônica 7
Câmera Canon EOS 400E

Câmera DSLR profissional

A gama profissional é pensada para atender às necessidades do fotógrafo que precisa trabalhar sob inúmeras circunstâncias. Hoje, uma DSLR profissional não possui menos de 18 megapixels. O sensor, por outro lado, costuma ser maior, a bateria tem o dobro ou o triplo de capacidade comparada a uma SLR amadora e, portanto, a câmera em si é um pouco maior.

Um exemplo desse tipo de câmera é a Nikon D700. Outra das líderes desse mercado é a Canon 5D MarkIII, com lentes descentráveis ​​da mesma marca.

Se tem interesse em explorar, o especialista recomenda conferir estes modelos:

Canon TS-E 24mm 1:3.5 L II
Canon TS-E 17mm f/4L
Canon TS-E 45mm f/2.8
Canon TS-E 90mm f/2.8

Tipos de câmera e lentes para começar na fotografia arquitetônica 9
Câmera Nikon D700

Lente descentrável

Na arquitetura, geralmente são utilizadas lentes angulares e padrão, uma vez que é necessário uma visão ampla e pouca dispersão. O ideal é poder fazer as fotos na distância adequada. Nem sempre é possível, por isso a solução são lentes descentráveis.

Essas lentes têm a capacidade de se movimentar sobre seu eixo, vertical ou horizontalmente, e reproduzir alguns movimentos das câmeras de grande formato. Graças a elas, podemos tirar a foto ao longo do edifício sem inclinar a câmera, evitando deformá-lo.

O ideal, além disso, é ter objetivas que abarquem o intervalo de 16 mm a 200 mm. Assim, podemos posicionar a câmera no ponto que mais nos interesse para tirar a foto e sabendo termos o necessário para uma boa imagem.

Tipos de câmera e lentes para começar na fotografia arquitetônica 11
Lente descentrável

Câmera de grande formato

É a câmera ideal para arquitetura. É um tipo de câmera que evoluiu diretamente das primeiras câmeras fotográficas da história. Antes da era digital, a única maneira de fazer fotografia arquitetônica corretamente era com esse tipo de câmera.

Muitos ainda as preferem porque permitem corrigir linhas e fugas na captura, utilizando os diferentes movimentos que sua sanfona permite. Dessa forma, já temos nas fotos originais as linhas verticais sem fugas, totalmente paralelas.

O inconveniente desse equipamento é o volume, o peso e sobretudo o preço. Sem contar a aprendizagem para usá-lo, que não tem relação com as SLRs.

Tipos de câmera e lentes para começar na fotografia arquitetônica 13
Jesús Granada com uma câmera de grande formato

Quer aprender mais sobre os equipamentos para fotografia arquitetônica e sua utilização? Inscreva-se no curso de Jesús Granada, Imersão na fotografia de arquitetura.

Versão em português de @ntams.

Você também pode se interessar por:

- Grandes referências de fotografia contemporânea
- 5 conselhos para tirar fotos criativas sem sair de casa
- 15 incríveis cursos online para presentear quem ama fotografia
- Fotografia de interiores, um curso de Tuca Reinés
- Técnicas de pós-produção para fotografia arquitetônica, um curso de Daniel Garay Arango

0 comentários

Entre ou crie sua conta para comentar

Receba em seu e-mail as novidades da Domestika