Ilustração

Princípios gerais para criar um bom portfólio de ilustração

Aprenda o que incluir em seu portfólio, no Instagram e outros formatos, para vender seu trabalho para diretores de arte e editores

Nos últimos anos, o Instagram tornou-se uma ferramenta ideal para ilustradores exporem seu trabalho. Ao mesmo tempo, é um excelente lugar para que diretores de arte e editores conheçam e avaliem os portfólios de artistas em alguns segundos.

Sandra López é a diretora fundadora da PENCIL · ILUSTRADORES (@pencil), a primeira agência de ilustração da Espanha, que atualmente representa dezenas de artistas. Ela reconhece o valor desta plataforma, por isso oferece dicas e informações valiosas para planejar um portfólio capaz de despertar a curiosidade de potenciais clientes.

A experiência de Sandra López ao criar e analisar portfólios de artistas e ilustradores é longa: ela sabe apresentar a obra de arte de um ilustrador e mostrar com precisão o que o cliente deseja ver.

A seguir, conheça os princípios gerais para apresentar seu portfólio no Instagram e em outros formatos.

Princípios gerais para criar um bom portfólio de ilustração 1
Sandra López, PENCIL·ILUSTRADORES

Critérios para criar seu portfólio

Um portfólio é uma seleção de imagens do seu trabalho. Não é uma simples compilação e deve ser bem pensado para funcionar adequadamente. Você deve atender a dois critérios:

Um: é uma representação precisa do seu trabalho. Deve definir e projetar você artisticamente.

Dois: tem como objetivo gerar encomendas. Portanto, você deve avaliá-lo do ponto de vista do cliente. Selecione e exiba seu trabalho de maneira adequada.

Os clientes pertencem a diferentes setores. O trabalho que selecionar para mostrar às editoras de livros infantis será diferente do que você escolheria para a indústria da educação e daquele que apresentaria para criar capas de livros adultos. Por isso, você deve criar um novo portfólio, e até criar novas ilustrações, para cada setor. Em qualquer caso, seu portfólio deve ser completo.

Princípios gerais para criar um bom portfólio de ilustração 3
PENCIL·ILUSTRADORES

O que incluir em seu portfólio?

Seu portfólio não precisa incluir muitas imagens, mas deve ser completo. Isso significa que deve ser um reflexo de tudo o que você é capaz de produzir. Por exemplo, imagine que está preparando um portfólio para livros didáticos. Neste caso, você precisará incluir exemplos de assuntos diferentes, dirigidos a grupos de diferentes idades, desde crianças a adolescentes.

"Para um diretor de arte, o que não está no portfólio não existe", afirma Sandra.

Princípios gerais para criar um bom portfólio de ilustração 5
PENCIL·ILUSTRADORES

O que não incluir em seu portfólio?

Sandra recomenda não incluir nenhum trabalho fraco. Além disso, não inclua exercícios experimentais que pareçam amostras isoladas em seu portfólio. Evite incluir algo que já não o representa, pois você corre o risco de ter de fazer um trabalho que não o agrade mais.

Princípios gerais para criar um bom portfólio de ilustração 7
PENCIL·ILUSTRADORES

Um documento vivo

Lembre-se de que um portfólio nunca termina: é uma ferramenta viva e devemos adicionar novos trabalhos a ele o tempo todo.

Princípios gerais para criar um bom portfólio de ilustração 9
PENCIL·ILUSTRADORES

Se quiser aprender como planejar uma estratégia desde o zero e otimizar uma já existente, inscreva-se no curso de Sandra López, "Criação de um portfólio de ilustração no Instagram", e aprenda como se conectar com sua audiência e potencializar seu portfólio profissional.

Versão em português de @ntams.

Você também pode se interessar por:

- 5 cursos de personal branding para potencializar sua marca nas redes
- 5 cursos de growth marketing essenciais para criativos
- José Rosero e as infinitas possibilidades de um ilustrador

0 comentários

Entre ou crie sua conta para comentar

Receba em seu e-mail as novidades da Domestika