Marketing digital

Plataformas de monetização para criativos

Conheça as vantagens e desvantagens de sites como o Patreon, que permitem diversificar seus ganhos

Nos últimos anos, mais e mais artistas estão recorrendo às opções de crowdfunding para monetizar seu trabalho. Existem diferentes plataformas nas quais seus seguidores podem fazer pequenas doações para apoiar seu trabalho criativo e artístico. Leia a seguir as considerações básicas a fazer antes de fazer a sua escolha e confira algumas das opções disponíveis.

A primeira coisa que você deve saber

As doações não virão sozinhas. Uma boa prática é integrar essa opção às suas estratégias de mídias sociais, além de incluir informações sobre sua conta de crowdfunding em seu site e nos perfis de redes sociais. Por exemplo, alguns artistas fazem periodicamente vídeos curtos no YouTube, Instagram e Facebook Stories para convidar seus seguidores a contribuírem.

Existem pessoas que procuram os artistas que irão apoiar nos mecanismos de busca de cada plataforma. Portanto, inclua informações completas sobre você e seu trabalho.

Plataformas de monetização para criativos 1
HOerwin56 en Pixabay

Quem pode usar estes recursos?

Plataformas como o Patreon e semelhantes atendem a uma grande variedade de pessoas. Ilustradores, artistas de quadrinhos, escritores, cineastas e diretores de filmes, dançarinos, podcasters e comediantes usam essas plataformas para conseguir renda extra.

Como funcionam?

Dependendo de cada plataforma, as condições mudam, mas, em essência, seus seguidores fazem doações de diferentes quantias para apoiar seus projetos. Isso geralmente acontece em troca de acesso a conteúdo exclusivo e outros benefícios, embora também possam fazê-lo simplesmente porque querem apoiá-lo.

Plataformas de monetização para criativos 3
StockSnap en Pixabay

Patreon: o modelo das plataformas

Patreon passou a ser um dos sites mais populares. Os seguidores se inscrevem em sua conta e pagam uma parcela mensal para apoiar sua criatividade e arte. Em troca disso, recebem conteúdo exclusivo e os benefícios que você escolher.

Os artistas costumam incluir ao menos três níveis distintos de assinatura, que oferecem diferentes benefícios a seus seguidores.

Exemplo real de uma ilustradora

- Assinatura A, 1 dólar mensal: uma newsletter em forma de podcast a cada duas semanas e acesso a um clube de seguidores exclusivo.

- Assinatura B, 5 dólares mensais: acesso a todos os vídeos que a ilustradora criou, com um histórico de vários anos. Visualização adiantada de ilustrações e desconto em produtos de sua loja.

- Assinatura C, 10 dólares mensais: acesso privado, uma vez ao mês, a uma sessão de desenho exclusiva, além dos benefícios dos níveis anteriores.

- Assinatura D, 20 dólares mensais: acesso a sessões privadas de perguntas e respostas, além de todos os vídeos anteriores da categoria e dos benefícios das categorias anteriores.

Nesta conta de muito sucesso, observamos que o ilustrador recebe cerca de 7 mil dólares por mês, com aproximadamente 2.500 assinantes. Esta ilustradora tem uma base sólida de seguidores nas redes sociais, com mais de 300.000 seguidores no Instagram, uma realidade que os criadores emergentes não verão no início.

Vantagens:

- É uma plataforma bem desenvolvida com muitas ferramentas de apoio aos criadores, mas não há opção de promover sua conta na plataforma.

- Para todo o dinheiro que movimenta, a plataforma coleta (uma vez ao mês) 5% de comissão. A comissão, no entanto, pode variar, dependendo do método de pagamento de seus assinantes.

Plataformas de monetização para criativos 5
Patreon

Outras alternativas

Boletos de pagamento

Empresas de pagamentos internacionais como PayPal e Stripe oferecem alguns plugins de pagamento que você pode instalar em seu site. É uma forma discreta de pedir contribuições diretas aos seguidores, que poderão fazer pagamentos recorrentes, a cada mês, ou apenas ocasionalmente.

- Bom para quem já tem uma base sólida de seguidores.
- Opções limitadas para conceder recompensas, que você precisará criar pessoalmente em seu site.

Plataformas de monetização para criativos 7
Pagamento pelo PayPal

Kickstarter

Plataforma ideal para o financiamento de um único projeto como, por exemplo, a publicação de um livro ou a produção de um curta.

- A comissão é de 5%.
- É preciso entregar recompensas físicas aos apoiadores.
- O modelo é tudo ou nada: se você não alcança a meta integral de financiamento, não recebe dinheiro.

Plataformas de monetização para criativos 9
Kickstarter

Memberful

Não é exatamente um site, mas um plugin que você pode instalar em seu site para receber apoio dos seus seguidores. Esta empresa foi adquirida pela Patreon há alguns anos, por isso as restrições e condições são similares.

- Possibilidade de pagar diferentes planos, o que afeta as taxas de comissão. Isso significa que a plataforma pode cobrar uma taxa entre 5% e 10% de seus ganhos.
- Você tem mais controle sobre as campanhas, mas é obrigatório ter o próprio site.

Plataformas de monetização para criativos 11
Memberful

Ko-fi

Neste site, seus seguidores compram "um café" por um preço baixo (por exemplo, US $ 3). Eles podem comprar quantos "cafés" quiserem, de forma ilimitada, ou agendar um pagamento mensal.

- Não requer pagar uma comissão pelas doações que recebe, mas sim uma taxa mensal de 6 dólares. Assim que os pagamentos são efetuados, você recebe.
- É possível mudar o preço e o nome do café com um plano profissional.

Plataformas de monetização para criativos 13
Ko-fi

Podia

Funciona de maneira semelhante ao Patreon, oferecendo aos assinantes acesso exclusivo ao seu conteúdo, incluindo vídeos e arquivos para download.

- Não cobra uma comissão por cada pagamento, mas você deve pagar uma assinatura básica de 39 dólares ou uma assinatura avançada de 79 dólares por mês.
- É preciso ter certeza de que seus ganhos serão maiores que a assinatura, ou você acabará perdendo dinheiro.

Plataformas de monetização para criativos 15
Podia

Facebook e YouTube

Dentro dessas duas redes sociais populares, você pode criar assinaturas nas quais seus seguidores pagarão uma taxa mensal para acessar conteúdo exclusivo.

- O Facebook cobra 30% de comissão, com a vantagem de ter acesso ao grande número de pessoas que usam a plataforma.
- No YouTube você precisa ter pelo menos 30 mil seguidores e pertencer ao programa Partners. A comissão também é de 30%.

Plataformas de monetização para criativos 17

Qual escolher?

Antes de escolher a melhor opção para você, verifique cuidadosamente as condições de cada site e se existem restrições específicas para o seu país, especialmente se elas estiverem associadas às suas contas bancárias ou do PayPal.

Não se esqueça que ter uma conta exige que você seja organizado com relação conteúdo e as recompensas que oferecerá a seus seguidores. Também é uma boa ideia integrar essas ferramentas à sua estratégia de redes sociais, agenda e plano de negócios.

0 comentários

Entre ou crie sua conta para comentar

Receba em seu e-mail as novidades da Domestika