O que é

Tipos de planos e sua importância na narrativa visual

Descubra os diferentes tipos de planos e sua importância na hora de contar uma história audiovisual

Além da força estética, os tipos de planos têm uma importância vital no que se refere ao significado das situações que narram. De acordo com o enquadramento escolhido, o espectador receberá a informação de maneira diferente e por isso é imprescindível conhecer os tipos de planos e sua importância na narrativa visual.

Grande plano geral (GPG)

Neste tipo de plano, o sujeito não é o elemento principal da cena; na verdade, muitas vezes sequer aparece nela. Não se chega a ver onde está o personagem; caso se veja, é muito de longe, com um tamanho diminuto.
O grande plano geral costuma ser usado para apresentar um novo espaço - conta onde ocorre a história - e sempre possui um caráter descritivo.

Muitos filmes costumam começar com um grande plano geral que serve para situar o espectador acerca de onde ocorre o que está sendo contado. Além disso, são planos que, pela quantidade de informação que oferece cada fotograma, permitem "segurá-lo" por bastante tempo na tela.

Tipos de planos e sua importância na narrativa visual 1
Grande plano geral. Jan Gottweiss

Plano geral (PG)

O protagonista, embora apareça no plano, como norma geral não costuma ocupar mais de ⅓ da tela. Em geral, mostra-se o personagem dentro do seu entorno para que os espectadores comecem a situá-lo.

É usado para marcar onde ocorre a história, mas também para mostrar ações. Permite ações que requerem o corpo inteiro. Também serve para descrever lugares. Em resumo, serve para começar a colocar o personagem em contexto.

Tipos de planos e sua importância na narrativa visual 3
Plano geral. Eutah Mizushima

Plano inteiro (PI)

Neste plano, o personagem ocupa quase toda a tela, da cabeça aos pés. Mostra-se o lugar ou contexto no qual a história se desenvolve, mas a importância recai principalmente na ação que o personagem realiza.

Muito utilizado para narrar ações e também quando é preciso mostrar vários personagens em um contexto, mas queremos que estes sejam vistos em tamanho completo.

Tipos de planos e sua importância na narrativa visual 5
Plano inteiro. Joshua Newton

Plano americano (PA)

Este tipo de plano foi inventado com o cinema Western para que não se visse a parte de baixo dos personagens, já que era muito caro fazer esporas para todos os atores. Este plano se corta às vezes na altura do joelho (plano americano longo) e às vezes na coxa (plano americano curto).

Utiliza-se para mostrar as ações do personagem quando a força do plano recai sobre a parte superior do tronco. É um dos planos mais usados em Hollywood porque permite aproximar o plano, fazendo que o espectador empatize mais, mas sem chegar ao plano médio.

Tipos de planos e sua importância na narrativa visual 7
Plano americano. Chris Benson

Plano médio (PM)

Com este plano é possível contar ações, mas também aproxima o espectador dos sentimentos do personagem. Ainda não entramos na sua psique, mas vamos nos aproximando disso. O plano costuma cortar à altura do umbigo, cintura e às vezes um pouco acima (se chega à altura do peito, seria chamado plano médio curto).

Utiliza-se muito para conversas entre personagens.

Tipos de planos e sua importância na narrativa visual 9
Plano médio. Japheth Mast

Plano curto (PC)

Costuma cortar da zona do peito para cima, incluindo sempre os ombros dos personagens. Nós nos aproximamos muito da psicologia do personagem nesse momento. É dos planos mais usados porque não é preciso usar muito atrezzo para realizá-lo.

Costuma ser usado em conversas, já que permite focar nela, mas também empatizar com as sensações que o personagem tem.

Tipos de planos e sua importância na narrativa visual 11
Plano curto. Vin Stratton

Primeiro plano (PP)

Está centrado totalmente na cara do personagem e é onde o espectador mais sente empatia por ele. Não consiste apenas em mostrar o que faz, mas também o que pensa e sente. Devido à sua grande carga dramática, qualquer gesto é muito ampliado na tela (uma simples piscada ou um pestanejar pode mudar uma cena por completo).

Tipos de planos e sua importância na narrativa visual 13
Primeiro plano. Tom Pumford

Plano detalhe (PD) ou plano recurso

São os que mostram detalhes, objetos ou ações específicas de uma cena.

Servem para dar ênfase a um objeto ou em parte do enquadramento que é especialmente útil para a narrativa. Também é usado para mostrar detalhes de mãos, de pessoas, pés ou qualquer detalhe que sirva para mostrar ao espectador que isso que estão vendo é indispensável para contar a história.

Também são muito úteis para salvar cortes do ponto de vista da montagem, já que permitem trocar o ponto de vista para outros planos sem problema.

Tipos de planos e sua importância na narrativa visual 15
Plano detalhe. Elton Yung

Também é importante levar em consideração que, conforme vamos fechando o plano, é aconselhável ir cortando a duração da cena, pois a informação contida no fotograma também é menor.

Você também pode se interessar por:

- Motion graphics: o que são e para que servem
- Análise post-mortem de projetos: o que é e como fazer
- Animação 2D e 3D: o que são e quais as diferenças e usos?

0 comentários

Entre ou crie sua conta para comentar

Receba em seu e-mail as novidades da Domestika