Design

Do briefing ao orçamento: principais fases em um estúdio criativo

Descubra como se organiza um estúdio criativo em seu trabalho com os clientes, desde o primeiro contato até o fechamento do orçamento

Um dos aspectos que mais afeta a lucratividade das empresas criativas é a definição do processo que vai do recebimento do briefing por um cliente ao fechamento do orçamento. Quanto tempo vai durar? Quantas pessoas serão envolvidas? Responder satisfatoriamente a estas e outras questões marcará a diferença entre uma empresa que funciona e outra que não.

Por isso, e com a ajuda de Enrique Rivera (@kike_dnoise), CEO e Diretor de Criação da dnoise, propomos um guia passo a passo por todo esse caminho, para que você entenda melhor sua importância e saiba como calibrar um processo que se encontra no coração de inúmeros estúdios criativos.

Projeto

Depois que ambas as partes concordarem com o que exatamente o cliente precisa, entramos na fase do projeto, em que será necessário fazer uma proposta inicial: o que vamos tentar alcançar? O que faremos? Quando?

Podemos anexar também exemplos do nosso portfólio. Isto é importante porque, nesta fase do projeto, ainda não estamos interessados em mostrar todas as nossas cartas: as "ideias brilhantes", os conceitos criativos mais poderosos, é melhor guardá-los por enquanto para evitar que o cliente fique com eles. Com outros exemplos, deixamos claro nosso talento sem a necessidade de "entregar" nossas ideias.

Do briefing ao orçamento: principais fases em um estúdio criativo 2
Do briefing ao orçamento: principais fases em um estúdio criativo 3
Do briefing ao orçamento: principais fases em um estúdio criativo 4

Orçamento

Quando aprovarmos a proposta, passaremos para a fase de negociação do contrato. A ideia é criar um documento que seja validado por ambas as partes e que inclua preço final, prazos de entrega, outras condições gerais — a quantidade de alterações que serão aceitas, por exemplo — e as condições técnicas — materiais, tecnologia etc.

Lembre-se de que um orçamento, para ser válido, deve conter pelo menos as seguintes informações:

- Nome da empresa, CNPJ e endereço completo, tanto seu quanto do seu cliente.
- Número e data do orçamento.
- Descrição, quantidade de unidades e preço dos produtos.
- Subtotal sem impostos.
- Condições de qualquer tipo: data de vencimento, prazos para pagamento, número de alterações incluídas...
- Se o cliente solicitar, algum código de identificação para a empresa.

Do briefing ao orçamento: principais fases em um estúdio criativo 6

Aprovação

Se o seu orçamento atender às condições do cliente, ele o aprovará. A aprovação deve ser formalizada por escrito em qualquer caso, mas principalmente se for um cliente com quem você ainda não tem muita relação. Mesmo com clientes de confiança, com os quais a aprovação pode ser verbal, é importante ter algum documento que a confirme. Por exemplo, você pode gravar o áudio do cliente dando aprovação.

Do briefing ao orçamento: principais fases em um estúdio criativo 8

Se gostou deste artigo, lembre-se que pode aprender a gerir e organizar um negócio da indústria de design, o marketing ou a comunicação no curso online de Enrique Rivera "Planejamento e gestão de um estúdio criativo".

0 comentários

Entre ou crie sua conta para comentar

Receba em seu e-mail as novidades do Domestika